3 razões para traduzir o teu website

O teu produto é fantástico.

Quem o diz são os teus atuais clientes.

E começas a pensar: “não seria incrível expandir?”

Internacionalizar o negócio é um marco importante para um empreendedor.

O primeiro mercado está ganho e o teu produto ou serviço veio servir uma necessidade real. Será que outros locais não têm a mesma necessidade?

A internacionalização nos tempos atuais é mais simples que há uns anos.

Hoje, se conseguires tirar bom partido das ferramentas de análise online (como o Google Analytics, Google Market Finder, Google Trends, etc.) consegues determinar mais facilmente a necessidade que o teu produto ou serviço pode resolver.

Mas nada do que fazes vai resultar se a mensagem não chegar ao teu cliente da forma correta.

Nem qualquer um pode traduzir o teu website

Fazer a mensagem certa chegar ao teu cliente ideal significa traduzi-la. Mas de uma forma realmente boa!

Tradução é comummente descartada por ser algo teoricamente bem feito pelas ferramentas de tradução automática como o Google Translate.

Mas a própria Google é a primeira a apelar para que empreendedores e gestores não optem pela tradução automática nos seus websites.

Em 2013, a Global Lingo fez um estudo a cidadãos do Reino Unido e determinou que 59% admite não fazer compras ou negócios com empresas cujo website esteja mal escrito.

Ou seja, é quase certo que, ao usar tradução automática, de 100 pessoas que visitam o teu website, pelo menos 59 saem quase imediatamente.

O que significa isso de “traduzir de uma forma realmente boa“?

A tradução (como outras profissões) é um termo que serve de guarda-chuva a vários outros.

Entre eles encontra-se o a Localização.

A localização é uma tradução totalmente adaptada ao público-alvo, incluindo maneirismos, expressões, etc.

Há uma página no Facebook que é um espelho do que aconteceria se não existisse localização e as traduções fossem feitas de forma literal.

A Portuguese Sayings começa logo com a imagem abaixo como exemplo hilariante:

Fonte: Página de Facebook da Portuguese Sayings

A famosa expressão “Isto é só para Inglês ver” é literalmente traduzida e o seu significado perde-se totalmente.

A vertente cultural é de extrema importância para quem entra em contacto contigo e com o teu negócio.

E a localização do teu website, quando feita de forma errada, pode torná-lo insultuoso.

Há vários exemplos de como passar uma mensagem errada pode correr mesmo muito mal.

Algumas marcas já sofreram com as algumas campanhas publicitárias.

Com o teu website pode acontecer a mesma coisa.

Por isso, antes de avançarmos, garante que vais confiar a tradução do teu website a um profissional.

3 Razões para traduzir o teu website

1. Internacionalizar o teu negócio e fazê-lo crescer (ainda mais)

Uma das razões para traduzir o teu website da forma certa (localização) é a forma como vai ajudar o teu negócio a crescer e a internacionalizar-se.

Ao abrir o teu leque de clientes para outros países, podes alcançar objetivos comerciais mais vantajosos.

Internacionalizar-se não significa passar a vender a um cliente comum num país estrangeiro, com uma loja aberta.

Algumas empresas que agem como meros fornecedores para outras (o têxtil é um bom exemplo) também podem internacionalizar-se ao passar a produzir para outros países.

Outros países que podem, inclusive, pagar mais pelo teu material e/ou serviço, pois comparado com outros prestadores a sua empresa acaba por ter uma melhor relação preço/qualidade.

2. Poupar

Confuso? Então relê o ponto 1.

Da mesma forma que o teu negócio pode crescer ao apresentar-se como uma solução para outras empresas, também outras empresas podem contactar-te para passarem a ser teus fornecedores.

Para quem vende produtos, o custo de manufatura é de suma importância e poupar algum dinheiro pode significar muitos milhares no final do ano.

Muitas peças são mais baratas na Ásia e podes poupar alguns euros caso a encomenda seja relativamente grande.

Não deves nunca pôr em causa a qualidade ou integridade do produto para poupar alguns euros, mas se a qualidade for garantida, porque não tentar?

Este tipo de abordagens a empresas estrangeiras é mais fácil de conseguir quando o teu website está traduzido.

A empresa só te encontra se o teu website estiver, pelo menos, em Inglês.

E, se fores tu a contactá-los, aqueles que recebem o teu email vão procurar informações sobre ti e o teu negócio, sendo o website o primeiro ponto que verificam.

Se a informação está toda em Português, a única forma que têm de conseguir ler o que lá está é usar um tradutor automático.

Que, como já vimos, pode correr muito mal.

3. Ganhar prestígio e renome

Outra das razões para traduzir o teu website passa por uma parte mais psicológica: a de ganhar prestígio e renome.

Uma marca internacional ganha automaticamente mais valor para quem a conhece.

Estar presente em vários países é onde a Vodafone (por exemplo) ganha em relação aos seus concorrentes, especialmente quando muitos estrangeiros escolhem o nosso país como segunda casa.

Se no teu mercado há 10 concorrentes diretos, mas apenas o teu negócio (ou um outro) se internacionaliza, já estás em vantagem em relação aos outros.

Para além disso, investidores e clientes que procurem ativamente o teu produto ou serviço em Portugal chegarão mais rapidamente à tua empresa que a outras.

Como Escolher Um Bom Tradutor

Chegaste até aqui e estás convencido. Vais traduzir o teu website!

A parte difícil chega agora, em que tens de escolher o melhor tradutor para localizar o seu website.

A pessoa que vai permitir que a mensagem do teu negócio seja passada da forma certa.

Encontrar um bom tradutor é como encontrar qualquer outro fornecedor: pesquisa, conversa e fechar negócio.

É importante também mencionar que nem todos os tradutores cobram o mesmo.

E, como em tudo, se algum deles está a passar-te um preço muito mais baixo que os restantes, tem cuidado com a qualidade do serviço prestado.

Algumas dicas para encontrar um bom tradutor:

  • Procura sempre tradutores que sejam nativos na língua para a qual queres traduzir (por exemplo, se vais traduzir para Francês, opta por um tradutor nativo de francês);
  • Procura alguém que preferencialmente tenha experiência no teu ramo de negócio;
  • Desvia-te de ofertas cujo custo por palavra seja inferior a 0,08€. Este tipo de tradutores normalmente não são profissionais e fazem este trabalho como part-time ou de forma mais amadora;
  • Conversa com o teu potencial tradutor por escrito para aferir a fluência e a forma como responde aos coloquialismos e expressões da tua língua;
  • Se preferires, contacta uma associação de tradutores para te indicarem alguns profissionais. Em Portugal, recomendamos a APTRAD.

Contratar um tradutor Bizy

A Bizy tem uma tradutora profissional na sua equipa que faz tradução e legendagem de Inglês – Português (Portugal) no antigo e novo acordo ortográfico.

Para além deste par, temos uma base de dados de tradutores que nos ajudam a prestar este serviço nos seguintes pares linguísticos:

  • Português (Portugal) – Inglês (US/UK);
  • Alemão – Português (Portugal);
  • Português (Portugal) – Alemão;
  • Francês – Português (Portugal);
  • Português (Portugal) – Francês;
  • Espanhol – Português (Portugal);
  • Português (Portugal) – Espanhol.

Outros pares linguísticos estão disponíveis mediante consulta.

Já traduziste o teu website? Conta-nos nos comentários como correu a experiência.

Deixe um comentário