O Pior Inimigo dos Empreendedores

Quando se fala de empreendedorismo, é notório o brilho nos olhos daqueles que sempre sonharam com uma carreira por conta própria.

A liberdade de ter o poder de decisão, de ter horário livre ou de simplesmente se poder dedicar ao que mais se gosta são as maiores mais-valias de se tornar empreendedor.

Mas, como em tudo na vida, nem tudo são rosas.

E há muitos inimigos silenciosos com que cada empreendedor tem que aprender a lidar.

Qual é o Pior Inimigo dos Empreendedores?

Na verdade são 2, mas que andam muitas vezes de mãos dadas e quase se confundem como um só.

O pior inimigo dos empreendedores é o stress aliado à falta de capacidade de gestão de tempo.

O objetivo de qualquer pessoa que começa um negócio por conta própria é que ele prospere.

Sim, o início é difícil e a expectativa de lucro imediato até nem existe.

Mas ao longo do tempo queremos resultados e o stress de cumprir essa meta acumula-se lentamente e tem efeitos negativos na sua empresa.

Como a fraca gestão de tempo leva a resultados negativos e a stress

Gerir tempo é a mesma coisa que gerir dinheiro.

Se tens uma clara ideia sobre como gerir o teu dinheiro de forma eficaz (que parte vai para alimentação, que parte serve para pagar o seu crédito habitação, etc.), porque não gerir o teu tempo dessa forma?

Gerir mal o teu tempo não significa só perder tempo. Significa, também, perder dinheiro!

A Proudfoot Consulting, uma empresa de consultoria empresarial americana, fez há tempos um estudo sobre como a fraca gestão de tempo afeta a saúde financeira das empresas.

Durante 4 anos, cerca de 2500 empresas de 39 países diferentes foram tidas em conta.

Os números são incríveis!

No Reino Unido, o custo anual estimado da fraca gestão de tempo é de 80 biliões de libras!

Assustador, não é?

Mas só reforça o que dizemos há anos: tempo é dinheiro.

Uma fraca gestão de tempo vai fazer com que comeces a procrascinar com tarefas importantes, com que percas concentração e, consequentemente, vai fazer com que baixes a qualidade do teu serviço.

O tempo é o recurso mais valioso que temos

O tempo é o único recurso que não podemos reaver.

O dinheiro ganha-se e gasta-se. O tempo passa e não podemos voltar atrás.

Quando criaste o teu negócio, fizeste-o porque gostavas de prestar determinado serviço ou vender determinado produto.

Mas também o fizeste porque viste em ti a mais-valia do teu conhecimento e do teu tempo.

Advogados e médicos cobram honorários altos pelo tempo que gastam contigo quando precisas da ajuda de algum deles.

E fazem-no porque dão valor ao tempo que dispensam contigo e ao tempo que passaram a especializar-se também.

Porque é que não deves fazer também o mesmo com a tua empresa então?

Não desperdices o teu tempo. Valoriza-o

Quantas vezes não dá por ti a rever a tua agenda e só terminaste 70% do que estava previsto?

Talvez menos às vezes.

Este tipo de situações leva a que te sintas frustrado e a que comeces a stressar com as tarefas que se vão acumular para o dia seguinte.

Nesse dia seguinte, dás por ti a cumprir só 50% do que estava previsto!

Este efeito “bola de neve” vai levar a que percas vendas ou clientes.

Pois é garantido que 50% (ou mais) do teu dia é dedicado ao cliente.

Ele até pode nem ir ao escritório, até pode nem te enviar um email ou ligar.

Mas o teu trabalho com o cliente não acaba quando a venda está feita e é preciso continuar a relação que criaste com ele.

Por isso não te podes dar ao luxo de todos os dias não cumprir 100% dos itens da tua agenda.

Não te comprometas com mais do que podes fazer.

Valorize o teu tempo como o médico valoriza o dele e organiza o teu dia em conformidade.

Se hoje não consegues tratar de 5 clientes e 2 fornecedores, não há problema. Identifica o que é mais urgente e trata disso primeiro.

O segundo pior inimigo dos empreendedores

O segundo pior inimigo dos empreendedores são eles próprios.

Especialmente quando duvidam das suas capacidades.

Acredita em ti, nas tuas capacidades e na qualidade do teu serviço ou produto.

Faz uma boa gestão de tempo ou aconselha-te sobre como podes começar a fazê-lo.

E aprende a valorizar também o teu tempo.

Deixe um comentário