Mulheres Empreendedoras: à conversa com Andreia Castro

Tempo de Leitura: 2 minutos

Está tudo na forma como se gere o tempo

Todas as histórias merecem ser partilhadas.

A Bizy teve a honra de entrevistar mais de uma dezena de mulheres empreendedoras que partilharam connosco a sua história: as partes boas, as partes menos boas, e as partes incríveis.

A Andreia Castro tem 34 anos, vive na Parede, e é a fundadora dos projetos Me Across the World e Consulta do Viajante Online.

É médica formada desde 2010, tendo-se tornado especialista em medicina geral e familiar.

Em 2017 sentiu que tinha alcançado todos os objetivos profissonais, mas não se revia no tipo de trabalho cujas regras eram impostas pela função pública.

Sempre adorou o trabalho que fazia, mas alguns dos impedimentos das regras fizeram com que pensasse despedir-se e começar a viajar pelo mundo de mochila às costas.

Mulheres Empreendedoras: um resumo da conversa com Andreia Castro

A Andreia é a personificação da pessoa que faz 1001 coisas, mas tem sempre tempo.

Tenho tempo para tudo! Apesar de termos todos 24h, mas está tudo na forma como se gere o tempo. Eu posso trabalhar várias horas por semana e ainda consigo arranjar tempo para gerir o blog de viagens e o Consulta do Viajante Online.

O projeto da Consulta do Viajante Online é algo mesmo muito interessante.

Há poucas pessoas que têm a experiência de viagens que eu tenho e fazia todo o sentido juntar as duas coisas. A minha consulta acaba por não ser só uma consulta médica, mas também ajudo a preparar a viagem das pessoas no resto dos contextos.

O facto de ser online também é vantajoso para todos, porque a consulta acaba por ser muitas vezes fora do horário habitual em que as consultas presenciais funcionam – que nem sempre se consegue conjugar.

A Andreia admite que uma das maiores dificuldades foi ter coragem para dar o passo que deu.

Há uma insegurança muito maior, mas costumo dizer que estou a pagar o preço da minha liberdade.

Apesar de estar a trabalhar de forma relativamente livre num hospital privado, eu não ganho melhor que outros. Ganho conforme as horas que faço. Se não trabalhar, não ganho.

Mas será que desistir foi alguma vez opção?

Não, nunca. Porque eu estive sempre a trabalhar, nunca estive desempregada. Mesmo no cruzeiro nas Caraíbas eu trabalhei, só agora é que estou desempregada.

Mas aprendi muito com este projecto. Foram muitas conquistas a nível pessoal e interno (gestão de tempo, prioridades, gerir frustrações e ambições), mas também a nível profissional e de conhecimento técnico (fabrico, empreendedorismo, posicionamento, mundo online, etc.).

O conselho da Andreia para quem quer começar um negócio:

Fazer algo deste género tem de ser algo muito ponderado, não é uma decisão que se tome de um dia para o outro.

E temos de compreender que provavelmente vamos trabalhar mais horas nisto que num trabalho habitual. É normal, é algo muito nosso.

Também é importante escolher um bom nicho e fazer algo diferente dos outros.

A conversa com a Andreia foi muito descontraída e adoramos a forma e o à vontade como a própria Andreia nos recebeu.

Não apenas isso, mas a Andreia partilha connosco o imenso gosto das viagens. Podíamos ficar horas a falar!

O nosso muito obrigado por esta oportunidade!

Se ficou com vontade de conhecer os projectos da Andreia, visite o website do Me Across the World, o website da Consulta do Viajante Online, Página de Facebook e Instagram.

Deixe um comentário

Olá 👋 Podemos ajudar?