As Maiores Vantagens de um Assistente Pessoal Virtual

Tempo de Leitura: 7 minutos

O seu negócio nasce e cresce consigo. Lutou por ele, suou por ele, e é o seu sonho.

Agora os pedidos de orçamento vão-se apilhando no email. O seu melhor cliente ligou, desiludido, porque falhou o prazo de entrega da encomenda.

Os seus filhos já não lhe falam do seu dia. E só recebe um sorriso simpático da sua esposa antes de se deitar.

Olha ao espelho e vê alguém que está a conseguir ter sucesso neste novo negócio.

Mas não é feliz.

“Mais um esforço para crescer um pouquinho mais e deixar de ter tanto trabalho.”

Um negócio só consegue realmente crescer com recursos humanos a quem possa delegar tarefas que não têm que ser feitas por si.

Se realmente procura crescer, chegará a altura em que o tempo já não chega para tudo e é preciso ajuda.

“Mas contratar um funcionário é muito dispendioso.”

Não tem que ser 🙂

Ao longo deste artigo vamos mostrar-lhe as maiores vantagens de um assistente pessoal virtual para que possa contratar ajuda sem gastar muito dinheiro.

Funcionário em full-time/part-time VS Assistente Pessoal Virtual: Quais as diferenças?

A abordagem poderá ser diferente, mas cabe apenas a si determinar qual a melhor e/ou mais vantajosa, ou mesmo aquela que mais se adequa ao seu modelo de negócio.

No entanto, quer contrate um funcionário ou um assistente virtual, obterá a ajuda de que precisa.

Um funcionário em full-time/part-time é uma pessoa que contrata por um determinado período de tempo, para uma determinada quantidade de horas semanais ou mensais. Essa pessoa ajudará nas tarefas de que necessita e para as quais tem menos tempo para dedicar.

É uma pessoa que está fisicamente no escritório, com horário fixo para desempenhar as tarefas que lhe são colocadas durante o horário de trabalho.

Dessas tarefas podem fazer parte:

  • atender chamadas;
  • organizar a sua agenda;
  • recolher e/ou entregar encomendas;
  • organização do espaço (armários, inventário, etc.);
  • entre outras.

É também uma pessoa que, por estar contratualmente vinculada ao seu negócio e estar presente fisicamente no escritório, pode ser mais facilmente treinada, instruída e contactada durante as horas de expediente.

Um assistente pessoal virtual é uma pessoa que pode fazer praticamente o mesmo que um funcionário, mas numa vertente online e remota.

É uma pessoa que não está exclusivamente ligada à sua empresa, podendo trabalhar para outras. Trabalha à distância e fica encarregue maioritariamente de tarefas que pode fazer dessa forma, tais como:

  • organização do seu email;
  • organização de agenda;
  • reserva e gestão de viagens;
  • gestão de redes sociais;
  • design gráfico simples (para flyers, cartões de visita, apresentações, etc.);
  • criação e gestão de base de dados;
  • pesquisa;
  • transcrição, revisão, edição e/ou tradução;
  • sourcing agent (ou representante/agente local);
  • entre outras.

Um assistente pessoal virtual pode ainda (mediante acordo) recolher e entregar encomendas, tal como um funcionário faria.

Para além disto, é também uma pessoa que contrata para um determinado número de horas semanais ou mensais, estabelecidas entre a empresa e o assistente, para que sejam apenas trabalhadas (e cobradas) as horas efectivamente trabalhadas.

Maiores Vantagens de contratar um funcionário em full-time/part-time

Há algumas vantagens em contratar funcionário em part-time ou full-time. Eis algumas:

  • Trabalhará exclusivamente para a sua empresa no horário estabelecido, não desempenhando tarefas para outras;
  • Tem um horário fixo definido e em que trabalha todos os dias úteis da semana;
  • Controlável e à distância de uns metros;
  • Pode tratar de tarefas diferentes sempre que necessário (por exemplo, em caso de falha de um trabalhador, pode tentar colmatar essa falha);
  • Está disponível a qualquer momento dentro do horário de trabalho.

Há com certeza bem mais, sendo estas apenas vantagens gerais. Cada empresa e cada modelo de negócio são diferentes e um funcionário faz todo o sentido para alguns tipos de negócios.

Desvantagens de um funcionário em full-time/part-time

Tal como em tudo, há sempre o outro lado 🙂 algumas das desvantagens em contratar um funcionário em regime part-time ou full-time incluem:

  • Contrato pré-estabelecido;
  • Renúncia de contrato é dispendiosa;
  • Salário fixo, independentemente do rendimento da empresa (exemplo de custos abaixo);
  • Horário fixo, independentemente do número de horas úteis e rentáveis;
  • Apesar de poderem vir a desempenhar outras tarefas, podem não demonstrar capacidades para as desempenhar.

Cálculo do custo de um funcionário em part-time

Para este cálculo, vamos assumir o seguinte exemplo:

João, 23 anos, trabalha 4 horas por dia (20 horas semanais). O João não recebe subsídio de alimentação, uma vez que trabalha menos de 5 horas por dia. Tem um contrato de 6 meses. Foi contratado para ajudar um agente imobiliário nas seguintes tarefas: atendimento telefónico, resposta a emails, publicação de imóveis em 5 plataformas e resposta a clientes na rede social Facebook.

Personagem ficcional

O João ganha o salário mínimo, ou seja, cerca de 320€/mês.

A empresa tem (no mínimo) os seguintes custos com o João:

  • Salário;
  • Segurança social (23,75% + 11% do salário bruto);
  • Seguro de trabalho;
  • Higiene e segurança no trabalho (embora para contratos de curta duração algumas empresas não incluam);
  • Subsídios de natal e férias;
  • Fundo de Compensação (algumas empresas podem não fazer este pagamento).

Em 6 meses, a empresa teria que pagar:

  • 6 salários líquidos (320€ x 6 – 11% segurança social = 1708,80€);
  • Meio salário para subsídio de natal + meio salário para subsídio de férias (320€ – 11% = 284,80€);
  • Segurança social de 34,75% sob todos os salários pagos ((320€ x 7) x 0,3475 = 778,40€);
  • Seguro de trabalho (aproximadamente 95€/ano);
  • Fundo de compensação (aproximadamente 45€/ano).

Portanto, contas finais aproximadas para 6 meses de contrato apenas em salários: 1708,80€ + 284,80€ + 778,40€ = 2772€.

Nota: os valores são meramente indicativos e baseiam-se no salário mínimo nacional de 635€ para full-time.

Maiores Vantagens de um Assistente Pessoal Virtual

vantagens de assistente virtual

O assistente pessoal virtual tem actualmente mais vantagens que a contratação de um funcionário, especialmente para empresas ainda em crescimento. Algumas dessas vantagens incluem:

  • Horas contratadas são horas úteis e de alta rentabilidade e rendibilidade;
  • Custos mais baixos;
  • Apenas um contrato de prestação de serviços associado que pode ser cancelado de forma fácil e simples;
  • Adapta-se às necessidades do seu negócio, seja diminuindo ou aumentando o número de horas/tarefas;
  • Organização mais eficiente de tempo, tanto o seu (na empresa) como o do próprio assistente;
  • Trabalha com a sua empresa e outras, o que permite maior conhecimento de causa e aprendizagem de outros sectores que possam ser relevantes para si;
  • Um assistente pessoal virtual é multi-tarefa e poderá ter capacidades em várias áreas: marketing, escrita, contabilidade, etc.;
  • Disponível fora de horas se necessário. Terá custos, mas terá alguém disponível do outro lado.

Mais uma vez, listamos apenas as vantagens que são transversais a qualquer tipo de negócio.

O facto de vivermos num mundo cada vez mais virtual é uma enorme vantagem para os assistentes virtuais, já que cada vez mais tarefas passam a poder ser feita por estes profissionais.

Cálculo do custo de um assistente virtual

Para que seja uma comparação justa e fácil, vamos voltar a usar o exemplo acima:

João, 23 anos. Foi contratado para ajudar um agente imobiliário nas seguintes tarefas: atendimento telefónico, resposta a emails, publicação de imóveis em 5 plataformas e resposta a clientes na rede social Facebook. Estabeleceu que trabalharia 2 horas por dia, 4 dias por semana às tarefas acima.

Personagem ficcional

Um assistente pessoal virtual trabalha menos horas, logo, custa menos.

Para além disso, trabalha por conta própria, o que significa que não terá que pagar seguros e subsídios. O custo mensal pode variar em função da pessoa/empresa contratada.

Portanto, a única coisa que teria que pagar a um assistente virtual seria o custo por hora e, eventualmente, o IVA.

Cada assistente virtual faz seu preço e há ainda quem opte por fazer planos de subscrição mensal.

Neste exemplo, a Bizy aplicaria um custo por hora de 10€, ou seja, 320€ por mês.

E nada mais. Apenas os 320€ por mês, durante o tempo que entender.

Se depois precisar de mais horas, contrata mais horas. Se porventura precisar de menos horas, reduz o número de horas do assistente contratado.

Portanto, em 6 meses teria um custo de 1920€.

É uma poupança de pelo menos 852€!

Nota: os valores são meramente indicativos e não incluem IVA. O IVA pode ou não ser cobrado, consulte o seu assistente para confirmar.

Desvantagens de um Assistente Pessoal Virtual

Um assistente pessoal virtual não é perfeito e há efectivamente coisas que não consegue fazer 🙂 ou melhor, que são mais difíceis de fazer. Entre elas:

  • Recolha e envio de encomendas;
  • Não está disponível presencialmente;
  • Pode não estar disponível fora das horas contratadas por trabalhar com outras empresas;
  • Pode viver numa zona horária diferente, dificultando a comunicação.

Devo contratar um assistente pessoal virtual?

A resposta depende vários factores, mas o passo mais acertado é realmente esse.

Se uma das maiores vantagens de um assistente pessoal virtual é o custo reduzido, esta pode ser a forma mais barata e descomplicada de fazer crescer o seu negócio.

Se numa fase mais avançada decidir que é preferível contratar alguém a full-time ou part-time, poderá simplesmente rescindir o contrato de prestação de serviços e contratar alguém que o ajude num horário mais alargado.

A maior vantagem de ter ambas opções é mesmo o facto de poder escolher em função do que precisa que seja feito e do quanto pode e quer gastar.

Como contratar um assistente pessoal virtual

Em Portugal, a actividade de assistente pessoal virtual ainda não está tão enraizada como nos Estados Unidos ou nas Filipinas, por exemplo. Estes são os dois países em que os assistentes virtuais são mais requisitados e onde há maior diversidade de empresas e freelancers a prestar o serviço.

No entanto, há já alguns freelancers a apostar neste ramo e a ter excelentes resultados, entre as quais estão a Bizy – Gestão de tempo.

Recentemente, também foi criada a Academia de Assistentes Virtuais. Foi fundada por 3 pessoas já experientes na área e que certamente podem ajudar caso se queira iniciar nesta profissão.

Como em qualquer situação de recrutamento, há determinadas questões que pode colocar ao potencial assistente virtual para determinar se é a pessoa certa para trabalhar consigo.

As questões devem ser criadas por si, mas deixamos algumas sugestões:

  • Que experiência tem nas tarefas/actividades em que precisa de ajuda?
  • Há quanto tempo exerce a profissão?
  • Com que ferramentas trabalha? São compatíveis com ferramentas que conhece?
  • A pessoa trabalha com algum nicho específico? O seu negócio faz parte do mesmo?
  • Quais as condições do contrato e os custos associados? Inclui IVA?

Como é ainda uma actividade ainda recente em Portugal, a Bizy oferece um período experimental para que possa testar o serviço antes de se comprometer com algum tipo de contrato.

Assim pode também avaliar se realmente precisa de um assistente pessoal virtual ou de um funcionário em full-time/part-time 🙂


Maiores Vantagens de um Assistente Pessoal Virtual

– Horas contratadas são horas úteis e de alta rentabilidade e rendibilidade;
Custos mais baixos. Um assistente pessoal virtual trabalha menos horas, logo, tem custos mais baixo. Para além disso, trabalha por conta própria, o que significa que não terá que pagar seguros e subsídios. O custo mensal pode variar em função da pessoa/empresa contratada. Na Bizy – Gestão de tempo, o custo médio mensal é de 350€;
– Apenas um contrato de prestação de serviços associados que pode ser cancelado de forma fácil e simples;
Adapta-se às necessidades do seu negócio, seja diminuindo ou aumentando o número de horas/tarefas;
– Organização mais eficiente de tempo, tanto o seu (na empresa) como o do próprio assistente;
– Trabalha com a sua empresa e outras, o que permite maior conhecimento de causa e aprendizagem de outros sectores que possam ser relevantes para si;
Um assistente pessoal virtual é multi-tarefa e poderá ter capacidades em várias áreas: marketing, escrita, contabilidade, etc.;
– Disponível fora de horas se necessário. Terá custos, mas também terá alguém disponível do outro lado;
– Entre outros.

Deixe um comentário

Olá 👋 Podemos ajudar?