3 Dicas para Gerir Melhor o teu Tempo

Sabias que gerir tempo é, na verdade, gerirmo-nos a nós próprios? E a forma como lidamos com o nosso dia?

Todos temos as mesmas 24 horas por dia e os mesmos 7 dias por semana.

Se é mesmo assim, como é que algumas pessoas conseguem ir ao ginásio depois de trabalhar e ainda fazer o jantar?

E porque é que outras, por outro lado, parece que quase nem têm tempo para dormir?

Para ajudar, partilhamos 3 dicas para gerir melhor o teu tempo.

3 Dicas para Gerir Melhor o teu Tempo

Conheces o Princípio de Pareto?

Em 2016, a Forbes partilhou um artigo muito interessante acerca da descoberta do italiano Vilfredo Pareto.

Pareto afirma de 80% dos resultados dizem respeito a apenas 20% das acções.

Por outras palavras, 20% do que fazes será responsável por 80% dos resultados.

Esta é uma forma incrível de nos fazer compreender como é que a gestão do nosso tempo é importante.

E o quanto priorizar o tempo e as nossas tarefas influenciam o nosso dia e os nossos resultados.

gerir melhor o teu tempo

Priorizar

O primeiro (e talvez mais importante) passo é saber priorizar.

Estabelecer o que é (ou não) uma prioridade fará com que consigas definir quais dos teus 20% que te trarão 80% dos resultados obtidos.

Uma forma fácil de priorizar é fazer uma lista das várias tarefas diárias ou mensais que tens em mãos.

Depois, definir níveis de prioridade para cada uma.

Na Bizy, priorizamos através de um código de cores. O que é mais importante é sinalizado a vermelho.

A amarelo ficam as tarefas que podemos completar depois das prioritárias e a verde deixamos as não urgentes.

Tarefas sinalizadas a vermelho são tratadas imediatamente e todas as outras não são analisadas e completadas até que as vermelhas estejam concluídas.

Não assumas que tudo o que tens para fazer é prioritário e de suma importância.

Talvez seja mais importante ligar ao teu cliente após uma reclamação (sinalizado a vermelho) que postar na tua página de Instagram o novo modelo de sapatos que acabou de chegar (sinalizado a amarelo).

A regra dos 4D’s

Na verdade, chama-se regra dos 4D’s pelos seus objectivos em inglês: Delete it, Delegate if, Do it now, Defer (apagar, delegar, fazer agora ou adiar). Não seria tão prático dizer ADFA 🙂

Esta regra também é uma excelente forma de perceber o que é importante e pode ajudar-te a priorizar.

Delete it (apagar): Se não realizares esta tarefa, há consequências? O que pode acontecer? Se “nada” ou “pouco” for a resposta, considera sinalizar a tarefa com a cor verde. Talvez até nem precises de a fazer.

Delegate it (delegar): Esta tarefa é importante, certo. Mas tens de ser tu a fazê-la ou pode ser outra pessoa? Podes delegar essa tarefa? Se a resposta for sim, delega a tarefa a alguém da tua confiança e/ou que seja competente para a completar.

Do it now (fazer agora): Adiar as tarefas sinalizadas a vermelho (isto é, as mais importantes) apenas fará com que te sintas ansioso pela altura em que terás de a fazer. Portanto, põe as mãos ao trabalho e fá-la agora. Desta forma podes riscá-la da lista e passar à proxima.

Defer (adiar): Se a tarefa em mãos não pode ser feita agora e não é prioritária, adia até que seja. Não vale a pena perder tempo.

Toma conta de si

Pode parecer estranho, mas tomar conta de ti mesmo ajudar-te a ser mais produtivo.

Se te sentes bem, não terás mais vontade de trabalhar?

De finalmente acabar aquela proposta de trabalho? Aquele projecto que está na gaveta há tanto tempo?

Uma boa noite de sono e 30 minutos diários de simples exercícios físicos fazem maravilhas pelo teu corpo e pela tua mente.

Uma mente limpa ajuda na tomada de decisões e também na forma como te expressas para com os outros. Serás mais assertivo e também confiante.

Para não falar, claro, que sem saúde não consegues trabalhar ou ser tão eficiente.

Por isso medita, caminha durante 30 minutos ou simplesmente faz 2 séries de abdominais ou outro exercício com o qual te sentes confortável.

Tira esses 30 minutos do dia para ti mesmo.

Gerir melhor o teu tempo é a chave para rentabilizar o teu negócio

Compreendemos que penses que não há ninguém que pode fazer o teu trabalho como tu mesmo.

Por isso é que criaste a tua empresa e por isso é que dás tudo de ti para que ela cresça.

E se ninguém mais tem a tua determinação, como é que poderá lutar tanto pelo negócio como quem o fundou?

Pedir ajuda, isto é, delegar tarefas, não fará com que a tua empresa afunde nem com que pensem que não és o empreendedor que queres ser.

Pedir ajuda é o primeiro sinal de que o que fizeste estava certo e funciona, caso contrário continuarias a ter tempo para tudo.



Deixe um comentário