aprender copywriting

Começar a aprender Copywriting em 3 passos

Copywriting (ou apenas “copy”) é considerado uma dos melhores e maiores competências do marketing digital.

O gestor de publicidade online não consegue resultados tão bons a não ser que saiba copy…

O gestor de email marketing não consegue vender a não ser que saiba copy…

O próprio vendedor não consegue tantas vendas a não ser que saiba aplicar copy.

No final de 2021, a Marisa participou num evento online onde teve a oportunidade única de estar presente numa palestra com o Ryan Deiss, um dos melhores marketers mundiais.

E ele disse algo que a Marisa não se ia esquecer mais. E foi isto:

Por mais mudanças que possam existir, aquele que sempre vai ganhar, aquele que sempre vai ser o profissional que vence algoritmos e afins, é o copywriter.

Ryan Deiss, parafraseado

Copywriting é uma profissão que paga bem e que é solicitada em tudo o que é negócio que dê certo.

Portanto, é natural que cada vez mais pessoas procurem por formas de aprender copywriting, seja por si mesmos ou em cursos online.

A Bizy fez 2 formações de copywriting em 2021, num total de mais de 50 alunos. E vamos repetir as edições nos próximos anos.

Se queres receber informações sobre as próximas edições assim que sejam lançadas, podes inscrever-te na nossa mailing list e saber de tudo em primeira mão.

Preenche os dados abaixo e entra na mailing list. Podes anular a subscrição a qualquer momento.

.

Enquanto as novas edições não abrem, guarda este artigo nos teus favoritos.

Vamos dar-te um passo a passo para começar a aprender copywriting.

Aprender copywriting

Antes de avançarmos para o passo a passo, importa desmistificar algumas ideias pré-concebidas.

Para isso, vamos dizer-te o que é copywriting e o que não é.

Começamos já pelo que não é copywriting: não é manipulação.

Não deves usar as tuas competências de copywriter para manipular ninguém.

O facto de ter sido mal empregue durante vários anos levou a que a profissão sofresse algum revés… E fosse mal catalogada para quem lia copy.

No entanto, bom copywriting está bem longe de manipular seja quem seja,

O que é copywriting, então?

Copywriting é persuasão.

Persuasão no sentido positivo. Aquele em que persuades alguém a finalmente perder peso e ser mais saudável ao recordar essa pessoa dos inúmeros anos que tem pela frente com os filhos…

Persuasão no sentido de convencer alguém a fazer uma viagem às Maldivas, porque só vivemos uma vez e temos de correr atrás dos nossos sonhos.

Aprender copywriting está totalmente relacionado com aprender a escutar e ler pessoas.

Para entender o que mais desejam e o que mais as deixa frustradas.

Para que possamos mostrar-lhes qual é o passo a dar para enfrentar a frustração e atingir o sonho.

Bom copywriting inclui muito storytelling precisamente por isso.

Isto tem de estar muito claro para ti, caso contrário o teu copy pode tornar-se “apenas mais um” e não te consegues destacar.

3 passos para começar a aprender copy

Aprender copywriting, tal como aprender a andar de bicicleta, ou um nova arte marcial, ou seja o que for, começa sempre pela base.

Não podes esperar ler um livro e tornar-te o/a melhor copywriter do Mundo.

Lamento, não vai acontecer.

Aprender copywriting é algo que nunca termina.

O estudo é constante e a prática também.

Neste artigo, vamos dar-te 3 passos para começar a aprender e podemos garantir-te que, com apenas estes 3, tu consegues tornar-te melhor na escrita de posts de redes sociais, artigos de blog, e email marketing.

No entanto, de nada te vai valer este artigo se não respeitares o processo.

Se pensas que já fizeste tudo isto, mas ainda assim não estás bom/boa o suficiente, talvez seja altura de revisitar estes 3 passos.

3 passos para aprender copy

Passo 1 – Ler

Não gostas de ler livros, não é? Então já torceste o nariz a esta parte aqui.

Não te preocupes; não estamos a falar (só) de livros.

Sim, os livros ajudam muito e aceleram a tua curva de aprendizagem. Mais à frente vamos dar-te sugestões de livros também.

Mas aprender copywriting começa em ler o copy dos outros.

Ler os anúncios que te aparecem à frente, os emails que te enviam, ouvir as publicidades da televisão e da rádio com atenção.

Alguns anúncios vão chamar-te a atenção, outros não. Porquê?

Enquanto estiveres a ler, tem contigo um bloco de notas e começa a fazer apontamentos do que leste, ouviste ou viste. E tenta responder à pergunta acima:

Porque é que anúncios ABC chamaram a tua atenção e os XYZ não?

Ainda no passo da leitura, é importante que leias folhetos, prospetos, outdoors, preçários…

Podes passar por uma agência de viagens e pegar em algumas brochuras e ver como apresentam os destinos e como os tentam vender.

Nem só de livros se faz a leitura 😉

Já agora, enquanto fazes este exercício, começa a construir o teu Swipe File.

Passo 2 – Escrever

Naturalmente, os copywriters têm de saber escrever.

Aqui é, aliás, onde vemos o maior erro ser cometido quando alguém está a aprender copywriting: existe uma enorme preocupação em manter o texto o mais correto a nível linguístico e gramatical.

Não é que isso não seja importante… Mas a mensagem é mais importante que a gramática.

Um anúncio mal escrito, ou um email com uma vírgula fora do sítio, pode trazer bem mais vendas que um email 100% correto a nível gramatical.

Porquê?

Porque, na grande maioria dos casos, ninguém quer saber do português correto.

As pessoas querem soluções para os problemas e frustrações que enfrentam.

Se a vírgula está fora de sítio, mas alguém garante que as dores nas costas passam com estas aulas de Pilates, garantidamente vão ser vendidas aulas de Pilates.

(repara que a frase anterior também não está correta a nível gramatical e é provável que nem tenhas reparado.)

Os melhores exemplos de copywriting são aqueles que são entendidos por qualquer pessoa: de uma criança de 5 anos a um idoso de 100.

Portanto, a linguagem tem de ser acessível.

Então, antes de pensares que não sabes escrever copywriting porque dá erros de português, esquece já isso.

Escreve. Escreve muito.

Compromete-te a escrever pelo menos 1 texto por dia, ou uma ideia por dia.

Podes escrever num bloco de notas, no Notas do teu telemóvel, ou num documento Google Docs. É indiferente.

E não precisa de ser a melhor copy, o melhor texto, ou o melhor título.

O importante é educar-te a escrever.

Passo 3 – Perceber que caminho seguir

Todos os textos e ideias que escreveste podem tornar-se peças de copy.

Alguns serão textos, outros serão headlines, outros podem tornar-se páginas de vendas…

Enquanto estás a aprender copywriting, tens de conhecer alguma terminologia e conceitos base.

Existem bem mais, mas estes são os 5 tipos de copywriting que tens de conhecer e aprender, mesmo que minimamente:

  1. Headlines – o título ou primeira frase que chama a atenção do potencial cliente;
  2. Anúncios – tráfego pago cresce todos os dias, e o seu custo também. Copywriting bem escrito vai reduzir os custos de anúncios;
  3. Landing page ou página de vendas – uma página para captura de contactos ou venda direta. São extremamente solicitadas e os copywriters ganham bom dinheiro a montá-las;
  4. Email marketing – para venda e nutrição de leads. Os pedidos para gestão de email marketing e copywriting para email marketing estão a aumentar a olhos vistos (fruto também do aumento dos custos de publicidade online);
  5. Vídeo de vendas – tal como o nome indica, um vídeo cujo objetivo seja a venda. Estão, normalmente, associados a lançamentos de infoprodutos, ou a vendas de produtos.

Percorre as peças de copywriting que recolheste no passo 1, o que escreveste no passo 2, e podes começar a adaptar tudo para perceber que tipo de copywriter queres ser e/ou que tipo de copywriting mais gostas de escrever.

Outros recursos

recursos para aprender copywriting

Para além dos 3 passos que listamos, há alguns recursos que te recomendamos que tenhas em mente para aprender copywriting.

Estes recursos são livros, websites (ou plataformas) e ainda pessoas reconhecidas da área que te podem ajudar a evoluir ainda mais.

Livros para iniciantes

Vamos recomendar apenas livros que já tenhamos lido.

Certamente há mais e outros copywriters também vão indicar outros livros diferentes.

Para nós, estes são os 3 que fizeram a diferença.

Building a StoryBrand, de Donald Miller.

Foi com este livro que começamos a perceber o que realmente torna um copy excecional.

O livro está disponível em inglês, espanhol, ou português do Brasil. Infelizmente, não há ainda cópias em português de Portugal.

Se entenderes inglês, recomendamos vivamente que o compres! A linguagem é acessível e vale muito a pena.

Made to Stick, Chip e Dan Heath

Em português, chama-se Ideias que Vencem.

É um livro que, se lido bem cedo enquanto começas a aprender copywriting, te vai tornar um copywriter com uma mente mais aberta e com copy que se destaca.

Gostamos muito e recomendamos a qualquer pessoa que queira saber mais sobre comportamentos de pessoas e marketing.

Por último…

The Copywriter’s Handbook, Robert W. Bly

Uma excelente mini-bíblia do Copywriting.

Quem já vai conhecendo copy, pode ver no livro de Bob Bly algo muito simples…

Mas há conceitos que continuam vivos até hoje e que merecem uma leitura atenta.

Excelente para iniciantes, mas, novamente, apenas disponível em inglês.

Pessoas que recomendamos que sigas para aprender mais

Depois dos autores, listamos 3 referências para aprender copywriting.

Em primeiro lugar, e em inglês, Neville Medhora.

Neville tem um canal rico em conteúdo de copywriting, que é o Kopywriting Kourse.

É um excelente ponto de partida para quem quer “fugir” da leitura e prefere algo mais visual.

Sem dúvida uma referência do copywriting.

Para português, mas do outro lado do oceano, recomendamos o Ícaro de Carvalho.

Não se pode falar de copywriting, ou de aprender copy, sem se falar do Ícaro.

No canal de YouTube da empresa dele, podes também encontrar inúmeros vídeos com muito conteúdo. Não só de copywriting, como de marketing digital no geral.

Por fim, recomendamos que sigas duas pessoas em Portugal.

Em primeiro lugar, o Martim Mariano.

Aconselhamos que sigas o LinkedIn dele, pois partilha imenso conteúdo gratuito por lá.

Em segundo lugar, a Bizy.

No nosso Instagram, aqui no Blog, e no nosso canal de YouTube, tens muito conteúdo gratuito que te ajuda a aprender copywriting de forma relativamente simples.

Conclusão

Aprender copywriting não é difícil… E está bem longe de ser complicado.

No entanto, exige dedicação.

Como dissemos antes, não é algo que possas parar de aprender se quiseres fazer bem.

Um bom copywriter é muito bem pago precisamente porque está sempre em constante processo de aprendizagem.

E aprender copywriting não é só ler livros e comprar cursos…

É praticar. Aplicar.

Construir o teu swipe file.

Se estás pronto/a para ter trabalho, mas ser bem recompensado/a por isso (seja a prestar serviços de copywriter ou simplesmente a usar nos teus projetos), o teu próximo objetivo pode muito bem ser copywriting.


Queres receber as nossas newsletters semanais? Preenche o formulário abaixo. Podes cancelar a qualquer momento.

.