Calcular o valor do teu tempo

Já escrevemos num artigo que é importante aprender a conhecer o valor do teu tempo.

Esta calculadora vai ajudar-te a ter ideia uma ideia de qual o valor que está realmente a dar ao teu tempo.

Será que é um valor justo? Ou será que tem que repensar a estratégia?

Faz o teste e vê abaixo as notas sobre os resultados.

NOTA: estes valores são meramente indicativos. A calculadora foi criada pela Bizy – Gestão de tempo para que se torne uma ferramenta de ajuda para determinar o seu valor por hora, mas não dispensa a consulta de um contabilista ou outro profissional especializado.

Notas sobre os resultados


.

O resultado que conseguiste na calculadora pode ser melhor ou pior que o esperado.

No entanto, não te esqueças: o valor acima é bruto. E isso faz toda a diferença nas tuas contas.

  • Se o teu valor foi mais baixo que 50€ por dia

Contas rápidas a título de exemplo: ganhas 50€ brutos por dia em 5 dias por semana (20 dias por mês). Ou seja, tens um rendimento bruto médio mensal de 1000€.

Embora possa parecer muito favorável, este valor ainda é sujeito a impostos ou segurança social.

Para quem trabalha a recibos verdes, existe isenção de segurança social no primeiro ano. A partir do segundo ano de actividade, no entanto, tem que passar a descontar 21,4% sob 1/3 dos rendimentos obtidos trimestralmente.

Isto significa que, dos 3000€ que ganhaste num trimestre, terás que pagar 149,80€ de impostos.

O que, por sua vez, significa que o teu valor por dia de trabalho está abaixo de 50€ por dia.

Vejamos agora qual é o ganho real tendo em conta as despesas associadas.

Mesmo que o teu negócio tenha poucos custos fixos, tens que contabilizar a luz, internet, telemóvel e desgaste do computador.

A título de exemplo, que 1/3 dos gastos que tens em casa são resultado da atividade profissional:

  • Luz: custo mensal – 60€/mês. Dedicado à actividade: 20€/mês;
  • Plano de internet e telecomunicações (inclui telemóvel): custo mensal – 70€/mês. Dedicado à actividade: 23,33€/mês;
  • Desgaste computador (ao longo de 3 anos): custo do computador – 700€. Dedicado à actividade: 19,44€/mês.

Voltamos então às contas líquidas do teu rendimento:

  • Rendimento bruto: 1000€;
  • Contribuição da segurança social: 49,93€;
  • Custos mensais afectos à actividade: 20€ + 23,33€ + 19,44€ = 62,77€
  • TOTAL rendimento líquido: 887,30€.

Para este exemplo, não estamos a considerar software que usas, a renda que pagas (ou a hipoteca), custos com papel, impressão, canetas, cadernos, etc., que num cálculo justo teriam sempre que ser considerados. Caso contrário, os custos mensais seriam ainda maiores.

Mas certo é que, embora nos primeiros meses aqueles 887,30€ sejam apetecíveis, estão longe de justificar o trabalho que estás a fazer e a responsabilidade que tens nos ombros.

É certo que não tens que cumprir horários impostos por outros, trabalhas a teu bel-prazer, e isso é impagável. Mas se o teu negócio exige demasiado de ti, deves considerar mudar algumas coisas.

O nosso conselho? Se o teu rendimento líquido, a trabalhar por contra própria, é inferior a 1000€/mês e não tens tempo para si, está na hora de calcular o valor do teu tempo.



  • Se o teu valor ficou entre 50€ e 100€ por dia

Contas rápidas a título de exemplo: ganhas 100€ brutos por dia em 5 dias por semana (20 dias por mês). Ou seja, tens um rendimento bruto médio mensal de 2000€.

Parabéns! Estás no bom caminho 🙂

Mas… Ainda dá para melhor.

Este valor começa a ser mais apetecível se considerarmos apenas os descontos para segurança social (21,40% sob 1/3 dos rendimentos do trimestre).

No entanto, ganhar 2000€ brutos por mês durante 12 meses vai fazer com que comeces a pagar IVA de 23% (salvo algumas exceções) e/ou retenção na fonte sob os valores ganhos.

O que, por sua vez, significa que 2000€ passarão a ser pouco (mais uma vez).

Em 2000€, perto de 375€ serão considerados IVA. Fora as restantes despesas e impostos que ainda serão cobradas.

Se os teus rendimentos já estão neste patamar, nunca te esqueças de acrescentar o IVA aos valores que orçamenta aos clientes. Desta forma, mesmo que não exatamente, estarás a garantir que o IVA não sai do teu bolso diretamente.

Nesta fase, aconselhamos que contacte um contabilista (certificado ou não) para que te ajude a gerir as contas e a determinar a melhor forma de gerir os teus rendimentos e despesas.

O contabilista é importante para te poupar dinheiro. É das melhores formas de investimento para quem começa a ter rendimentos maiores.

  • Se o teu valor ficou acima de 100€ por dia

Estás no bom caminho e já estarás certamente ao corrente de todos os impostos decorrentes da atividade 🙂

Continua o que estás a fazer (pois parece que resulta)!

Se quiseres partilhar a tua experiência, entra em contacto connosco e partilhamos uma pequena entrevista sobre ti, a tua empresa, e o caminho que percorreste para chegar até aqui.

Sobre a importância de calcular o valor do teu tempo

Muitos empreendedores começaram a sua jornada porque procuravam melhores condições de trabalho. Melhor salário, melhores horários, mais tempo para si mesmos e para aqueles de quem gostam.

É natural que numa fase inicial o caminho não esteja envolvo em rosas. É preciso falhar para depois prosperar.

Mas saber como calcular o valor do seu tempo é fundamental para que o teu negócio tenha sucesso.

Se não consegues determinar qual o valor mínimo que tens que garantir para que o negócio seja rentável e saudável, pára um pouco, faz as contas, e determina o teu preço.

Lembra-te que, enquanto trabalhador por conta própria, tu ditas as regras. E o teu cliente tem sempre a opção de aceitar ou não.

Links úteis:

Deixe um comentário