fbpx

A Importância do Storytelling para os Negócios

Table Of Contents

O hábito de contar histórias não é de agora…

Já desde os tempos pré-históricos que contamos histórias uns aos outros. Se antes o fazíamos sob a forma de desenhos nas paredes de uma caverna, atualmente fazemo-lo em texto, desenho, vídeo, ou de viva voz!

E se esta atividade sobreviveu ao longo de milhares de anos, por alguma razão será.

Não é de admirar, portanto, que, cada vez mais, o storytelling seja aplicado nas transações comerciais.

É por isso que te queremos falar da importância do storytelling para os negócios.

Importância do Storytelling para os negócios

As histórias sempre fascinaram as pessoas e são mais facilmente recordadas do que os factos.

Se recuarmos à nossa infância, muitos de nós vão lembrar-se de como adorávamos e absorvíamos as histórias.

Como o “era uma vez” e o “e viveram, felizes para sempre” pareciam ser o envelope perfeito para mais uma explicação de como a vida funciona (ou deveria funcionar).

Uma previsibilidade que nos trazia segurança com a repetição de velhos elementos aplicados a novas situações, criando uma forte ligação entre quem ouve a história e quem a conta.

Mas isto era numa altura em que o tempo corria devagar!

Porque precisamos de storytelling?

Hoje em dia, já adultos, peões no tabuleiro de xadrez que é a vida moderna, somos constantemente bombardeados por estímulos, informações.

Somos multitask, enviamos SMS, Whatsapp e DM’s pelo Facebook.

Tweetamos entre goles de café porque a seguir temos de voltar a correr para o computador e ver o email.

Email esse onde recebemos dezenas de newsletters por dia, para apenas abrir uma ou duas.

Pensamento rápido, overload de estímulos, curta capacidade de atenção…

Como chegar às pessoas através de todo o ruído a que somos sujeitos?

De acordo com Mary Lang, especialista em comunicação empresarial “o ser humano anseia por uma narrativa e o uso da história constrói uma narrativa para temas que vão mais fundo e vivem mais tempo na psique de uma pessoa do que a maioria das outras formas de comunicação”.

Para penetrar por entre todo este nevoeiro de mensagens, a narrativa tem de ser singular, relevante e memorável.

E é aqui que se revela a importância do storytelling para os negócios.

O storytelling cria envolvimento, uma ligação entre as marcas e os consumidores.

Gera empatia e tem o poder de criar conexões de forma muito instantânea. 

As histórias são muito mais fáceis de recordar do que simples factos!

O ato de contar histórias gera sentimentos e agrega valor, não é, por isso, de estranhar que estejamos rodeados de storytelling, seja no cinema, numa música, ou até nos jogos de computador.

Porque é que o storytelling funciona tão bem?

Importância do Storytelling para os Negócios
Foto de Daniel Schludi no Unsplash

Porque nos remete para memórias!

Para conceitos conhecidos que são posteriormente adaptados a conceitos mais complexos, ambíguos e distantes.

Histórias bem contadas sobre uma marca parecem ter o potencial de influenciar a experiência de marca dos consumidores.

Esta experiência consiste em todas as respostas emocionais e comportamentais evocadas por estímulos relacionados com a marca, sejam eles a identidade da marca, o design, a comunicação, a embalagem, etc.

Cada vez mais, nos anúncios, somos impactados com storytelling, na busca que a marca faz por uma conexão com o seu consumidor.

Ou seja, mais uma vez, está patente a importância do storytelling para os negócios.

“Os teus clientes sentem antes de pensar.”

Dan Hill, autor de Emotionomics: Leveraging Emotions for Business Success

Exemplos práticos de storytelling

Exemplo de que as histórias são contadas não apenas de forma escrita ou falada são os test drives que podes fazer num stand de automóveis.

Ao possibilitar a experimentação da viatura, o stand está a permitir-te que construas na tua cabeça a tua própria história, que te visualizes a possuir aquele automóvel, que imagines como seria a tua vida se o comprasses, que cries uma ligação emocional àquele momento.

Assim como a loja de roupa que, ao permitir experimentar os artigos, nos permite visualizar o nosso “novo eu” ao vestir determinada peça, ter sensações de alegria, poder, segurança, sedução!

Já pensaste porque é que quase sempre sais do IKEA com mais do que aquilo que ias comprar?

Porque é que o IKEA tem “mini apartamentos” montados no interior da loja?

Porque assim consegues estar dentro de uma casa Ikea, consegues visualizar-te naquele ambiente e essa visualização gera emoções, gera sensações de conforto e bem-estar que vais querer replicar em tua casa!

Conclusão: Será mesmo assim tão simples?

storytelling bizy
Foto de s-o-c-i-a-l-c-u-t no Unsplash

Para os mais céticos, foi feito um estudo (publicado no Journal of Brand Management em 2013) em que se pegou numa marca não lançada ou conhecida no país em que o estudo foi feito, com dois grupos de consumidores: um foi exposto à história da marca e o outro não.

Os resultados demonstraram diferenças notáveis entre os dois grupos no que toca à perceção da marca.

Os consumidores do que grupo que conheceu a história descreveram a marca de modo muito mais positivo e estavam dispostos a pagar mais pelo produto.

É um estudo com 8 anos que comprova como o storytelling pode mudar totalmente o impacto e sucesso de qualquer negócio: mais pequeno ou maior; mais recente ou há mais tempo no mercado.

Isto comprova o poder do storytelling na experiência dos consumidores, a importância do storytelling para os negócios, mas também como as histórias das marcas podem ser usadas para criar e reforçar associações positivas.

Concluímos que contar uma história é uma forma eficaz de comunicar os valores da marca aos consumidores.

Uma história pode abraçar os valores centrais de uma marca de uma forma que a comunicação de marketing tradicional não pode.

E tu? De que forma pensas aplicar o storytelling ao teu negócio?

Deixe um comentário