fbpx

6 Benefícios do Storytelling

Table Of Contents

Lembras-te daquelas aulas onde os professores debitavam matéria e factos que te pareciam aleatórios, durante uma hora inteira?

Ou daquela reunião cheia de powerpoints com número e gráficos que te pareciam chinês?

Recordas-te da informação que te foi passada?

Apostamos que, a não ser que tivesses um extremo interesse no assunto, a resposta é não!

Mas, provavelmente, lembras-te daquele professor que, curiosamente (ou talvez não) conseguia cativar a atenção dos alunos.

E se calhar até te lembras da matéria que ele ensinou!

Já alguma vez pensaste no porquê de isto acontecer?

Vamos explicar isto, e mais algumas coisinhas, de seguida, ao falar dos 6 benefícios do storytelling.

6 Benefícios do Storytelling

É Memorável

O psicólogo Jerome Bruner, no livro “Actual Minds, Possible Worlds” sugere que há 22 vezes mais probabilidades de nos lembrarmos de um facto quando este nos é transmitido por intermédio de uma história.

22 vezes!!!

Isto porque as histórias são memoráveis.

Através de uma história conseguimos relacionar-nos com os factos como se os tivéssemos vivido nós próprios.

E esta ligação emocional ajuda-nos a memorizar a história que nos foi contada, levando-nos mais facilmente à ação.

Gera conexão

O ser humano é um animal empático.

Precisa de se conectar com pessoas para dar sentido à sua vida (sim, mesmo que sejas introvertido!).

Temos uma capacidade intrínseca de nos colocarmos no lugar do outro e de sentir sem vivenciar.

Um estudo da Universidade do Colorado veio confirmar que a imaginação tem o poder de nos fazer vivenciar e experienciar sensações e toques.

Para o nosso corpo não faz diferença se nós próprios já experimentámos algo ou se apenas o imaginamos intensamente.

O mesmo acontece quando ouvimos uma história.

(Se não acreditares, faz um exercício simples: lembra-te dos filmes por que já choraste 😉 )

Um dos benefícios do storytelling é que criamos uma tal conexão que reagimos como se a história tivesse sido vivida por nós.

E se criamos conexão com a história, criamos conexão com a marca que a conta.

Se as crianças entendem histórias, logo, os adultos entendem histórias

storytelling para vendas
Foto de Lina Kivaka no Pexels

As histórias são a forma como as crianças desconstroem o mundo complexo que as rodeia para novamente o construir, à medida do seu entendimento.

Já antes o referimos, dando o exemplo das fábulas de la Fontaine.

Através de um imaginário criativo, eram abordados dilemas éticos e morais, que acabavam por, de um modo simples, ser compreendidos até por uma criança.

Pegar em conceitos de difícil compreensão e desmontá-los de modo a serem compreendidos por todos é uma das maiores forças do storytelling.

E apostamos que ainda te recordas de histórias que te contaram ou leste na tua infância, há décadas!

Cria sequências que ajudam a entender a mensagem

As sequências referem-se à identificação dos componentes de uma história – o início, o meio e o fim – e também à capacidade de recontar os acontecimentos dentro de um determinado texto, pela ordem em que ocorreram.

É por isso que começamos a contar pelo 1 e não pelo 9.

Principalmente em narrativas, a capacidade de sequenciar acontecimentos é uma estratégia chave de compreensão e uma componente importante da resolução de problemas entre assuntos.

As sequências dão ao leitor uma sensação de “momentos críticos na vida” pois também estes têm início, meio e fim.

Um dos benefícios do storytelling é o poder de estimular ambos os hemisférios cerebrais: o direito, mais dado às emoções, e o esquerdo, mais dado à lógica.

E quanto maior o envolvimento cerebral, maior a compreensão e interiorização da mensagem.

Vende sem vender

beneficios do storytelling nos negocios
Foto de Morgan Housel no Unsplash

Longe vão os tempos em que as empresas, para nos vender algo, nos impingiam produtos e os “enfiavam goela abaixo”.

Hoje em dia, se uma empresa quiser vender tem que fazer com que os seus potenciais clientes a queiram ouvir.

Os consumidores estão cada vez mais informados e exigentes e as tradicionais técnicas de vendas já não resultam.

Há que fazer com que o cliente se visualize num contexto de utilização do produto

Que imagine a sua vida como utilizador do produto.

Que sinta a transformação que o produto pode provocar na sua vida.

Faz do teu potencial cliente o herói da história e fá-lo ver como os seus desafios podem ser resolvidos por ti ou pelo teu produto.

É Diferenciador

Apesar dos inúmeros e evidentes benefícios do storytelling, ainda não há muitas marcas/negócios a utilizá-lo.

Usa isto a teu favor como fator de diferenciação perante o teu público!

Mostra que não és “apenas mais um”, mas que estás ali porque compreendes as suas dores e sentes empatia para com ele.

Donald Miller, no seu livro Building a Story Brand, aplica a estrutura dos filmes ao negócio, criando uma estrutura composta por 7 passos, que também se aplica também à tua comunicação:

  • Passo 1 – Personagem
  • Passo 2 – Encontra um problema
  • Passo 3 – Encontra um guia/mentor
  • Passo 4 – Que lhe dá um plano
  • Passo 5 – Que o chama para a ação
  • Passo 6 – Ajuda a evitar fracassos
  • Passo 7 – História de sucesso

Usa esta estrutura para conseguires criar uma história através da qual passas a tua mensagem ao teu cliente ideal.

Envolve-o na tua história e ajuda-o a criar a sua própria história.

Vais ver que a resistência à tua comunicação quase que desaparece… como que por magia!

Conclusão

Qualquer que seja o teu ramo de atividade, vais ter algo para vender.

Seja um produto físico, digital, ou o teu conhecimento e tempo.

Qualquer que seja o produto, o sucesso do teu negócio vai ser ditado pela tua capacidade de influenciar, persuadir e vender.

Saber como contar histórias vai ser a ferramenta mais poderosa que terás ao teu alcance!

Já estás a pensar em como podes usufruir destes benefícios do storytelling? Já pensaste em como colocá-lo em prática? Conta-nos tudo nos comentários!

Deixe um comentário